As coisas

Meu afilhado querido,

Você ainda não tem nome, seu pai sugere umas coisas bem exóticas da mitologia celta, sua mãe quer te batizar com a alcunha de um sujeito que foi nosso chefe e pede para a gente desvincular histórias, sua tia Lessie me liga para fazer lobby de um nome novo para você e a tia Gabiroba achou por bem te chamar de Luke Skywalker enquanto esse bando de adultos não define as coisas e você cresce. Eu vibro quando sua mãe me escreve “Habemus nome” e também concordo plenamente com ela quando decide esperar mais um pouquinho. Assim como você, seu nome virá no tempo certo.

Queria compartilhar um descobrimento contigo que tem mais urgência que o nome que você terá. Ontem tive um dia de pausa com o amigo Brunão – sua mãe o conheceu quando ainda podia tomar piña colada, viemos comemorar um aniversário meu aqui no Rio e ao voltamos para o quadradinho seu pai foi nos buscar que nem manteiga derretida no aeroporto – e falamos muito sobre a vida. Brunão conseguiu nomear (viu que o nome sempre vem?) uma coisa da qual não gostávamos nas pessoas de um certo lugar. Quando ele disse ver nelas “desinteresse” pela história do outro, quase gritei “eureca”! Ser indiferente às pessoas é de uma feiúra só, padawan.

Engraçado que enquanto te escrevia sobre estar atento ao entorno, meus vizinhos começaram a bater panela para a campanha política e se calaram em dois tempos para o Jornal Nacional. Saiba que pela vida também haverá gente que vai te dar preguiça, mas você será um sujeito bastante interessante e interessado para saber o que fazer com isso. Se você não der conta sozinho, não se esqueça do time de gente grande que está ao seu redor, podemos ser vagarosos e intrometidos ao nomear, mas somos ligeiros no amor.

Anúncios

6 comentários sobre “As coisas

  1. Eu adoro seu blog, que descobri por acaso, e a forma como você escreve. Quanto tempo, menina do sorrisão maaais bonito!! Um beijo da Renatinha (que fez Artes em Juiz de Fora – nem sei se você vai saber). ❤ ❤

    • Renatinha querida,

      Como não saber, artista da energia mais delícia! Em que bandas você está agora? Você é pergunta recorrente quando topo com um dos seus camaradas. Hahahaha.

      Coisa boa receber visita ilustre como a tua! 😀

      Beijo cheio de afeto e saudade,
      Naroca

      • 😀 😀

        Que coisa mais boa ler isso!
        Então, fiquei por um bom tempo nessa vida loka de concurseira e larguei a vida de artista!
        Atualmente estou como servidora na Secretaria de Cultura do Estado e morando em BH. Um alívio!

        PS: fiz esse concurso da EBC também pra Produção de Arte e Cenografia (mas chamaram poucas pessoas pra minha área :().

        Nem tenho visto meus camaradas! hahahahaha
        Mas fiquei feliz em saber que eu sou “pergunta recorrente”.
        Um beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s