Pelo sim, pelo não

“Nossa vida não é triste.

Mesmo quando não temos uma alegria, temos uma esperança.” 

Carpinejar

Não nos permitamos ao desânimo duradouro, ainda que a nossa energia se veja sujeita ao baixo-astral terceirizado. Então tampem os umbiguinhos para que os bons fluidos não sejam escoadas em torrente porque ao lidar com a filosofia do “é o que tem pra hoje”, não estamos desacreditando do amanhã. E, se Deus quiser, tudo, tudo, tudo vai dar pé, desde que não percamos a fé cega e a faca amolada. Lembrando que a alegria pode ser nossa oração, pois se a gente se salva nesta é pelo riso e, breve, companheiros, pelo risco. Enquanto o esperado não vem, temos uns aos outros para criar teorias sobre os dinossauros que faziam tudo direitinho, só comiam grama além dos próprios bichos do Jurássico e Cretáceo, não abusavam dos recursos naturais, e foram extintos.  

Ai de vocês se ousarem duvidar do brilhantismo que têm. Basta pensar no querido motorista e DJ Ratazana, nos presenteando com seus CDs com capas de bunda mensalmente, colocando a família inteira pra dançar nos clipes caseiros, fazendo The Eagles tremer com a versão de Hotel California (“ela me traiu perto do Motel Califórniiaaaaa…”), compondo músicas para nos presentear, tingindo o cabelo de vermelho por ser o vocalista do Forró Pimenta, brilhando os olhos ao contar que colocou o sobrenome Aguiar em um dos filhos para homenagear o ídolo Cãozinho dos Teclados, botando fé que a coisa toda um dia vai (ainda que seja com o vídeo das moçoilas dançando enroladas em ataduras que já teve mais de cinco mil visualizações, ainda que seja na forma de reconhecimento na feira do Riacho Fundo). Por isso, muchachos, temos a obrigação moral da crença ou, no mínimo, a de manter as esperanças e tapar o umbigo.

Anúncios

14 comentários sobre “Pelo sim, pelo não

  1. E obrigação de passar para as novas gerações, a versão original de Hotel Califórnia. A foto é de Big Fish né? Lembrei do Dr Parnassus e seu mundo imaginário. Saudade desse filme e saudade de Nara.

    • Chico Chiquinho,

      Como faço para o Blog avisar da resposta das respostas e nunca mais ser acusado de feio? Para essas intervenções high-tech preciso do seu auxílio de garoto de programa. Ao menos valeu pela revisitação aos posts velhos. Huahua! Sim, sim, você comentou dessas férias, quero muitos detalhes, escreverei.

      A foto é do Peixe Grande, matou a charada. Ainda não assisti ao Doutor Parnassus, mas se permite ser associado ao Peixe, já está na lista.

      Andrézito me mandou uma foto de chopps na hora do almoço de qualquer segunda ou terça gordas… Não achei o mundo muito justo naquele exato momento!

      Beijocas saudosas,
      Narica

      • O erro foi meu, há aqui uma opção de ser avisado sobre novas e doces respostas suas, porém as vezes esqueço de marcar.
        Quanto ao chopp, as vezes nos permitimos certos momentos de distração do dia a dia. As vezes faz muito bem. Outro beijo das terras mineiras.
        Saudades, sempre.

  2. Narinha, se a esperança é a última que morre, a alegria jamais deve morrer. Temos que logo de manhã, jogar nosso astral lá nas alturas, nas nuvens para onde vão os nossos melhores pensamentos; aqueles que devem ser vigiados constantemente. E assim, vamos na corda bamba durante todo o dia, tendo nas mãos os pensamentos e no coração a alegria.

    • Fafá, seu danado! Fiquei fundindo a cuca na tentativa de descobrir quem era o novo seguidor. Juro que pensei num carioca falando caXtelo. Hahaha. O tio Google me ajudou a resolver o mistério porque o Gravatar de Sampa só fez embananar. Sobre as pequenas alegrias que a gente cultiva junto aos melhores pensamentos, ganhar um novo leitor fez parte do meu pacote de hoje. 🙂 Beijundas!

      • Narinha, já sou seu leitor faz tempo! Primeiro comecei como ouvinte da Lucikelly e depois quando ela entrava no blog lia seus posts. Como você escreveu sobre um assunto que faz parte do meu dia a dia, resolvi entrar, eu mesmo, para comentar e receber as atualizações. Gosto muito do seu estilo! Sempre colocando os acontecidos e as suas reflexões com humor.
        Abocanha garota!!!

    • Rosilda,

      Este WordPress é traiçoeiro, só hoje encontrei esse seu comentário tão querido, que estava sendo tratado como spam através de critérios muito duvidosos.

      Lugares não faltam para um lançamento, né? Hahaha. Quero você em todos!

      Beijos com muito amor,
      Naroca

  3. Que delícia ler seus textos novamente! Parece que Brasília e a saudade do Sudeste te deixou ainda mais inspirada 🙂 Quando vier à bela Minas Gerais dê um alô. Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s