É preciso estar atento e forte

As pequenas obsessões cotidianas são temerárias, a tal cabeça vazia oficina do capiroto é capaz de produzir ideias tão malucas que, tal como num poeminha de José Paulo Paes, as minhocas de sobra na cuca seriam melhor utilizadas em uma pescaria. A obsessão é algo tão particular que ouvir a ideia fixa alheia pode garantir umas boas gargalhadas diante do descabimento aparente. Tenho uma amiga que teme manchar a ficha funcional, faz o trabalho com rigor extremo, mas encafifou com a tal ficha suja que provavelmente não existe nesse nível de gravidade por possíveis descuidos tão pequenos e humanos que podem vir a ocorrer no processo. Ela sonha com a tal ficha funcional comprometendo todo um futuro brilhante vida pública afora. A argumentação racional não vale nada diante desse devaneio enquanto ela não resolver-se com a doidice da tal ficha digna de um trabalhador de gulag.

Demorei um bocado para assumir a direção na minha vida, renovei a CNH protocolarmente ao menos uma vez depois da chegada da definitiva e, na anamnese para o seguro do carro, um prontuário limpo de infrações contribuiu para um valor menos salgado ao final. A configuração da nova cidade, o avião que não levanta vôo, e a possibilidade de ter um bólido para chamar de meu, fizeram com que eu, enfim, tomasse a direção pelas mãos. Busquei auxílio prático para aquele trânsito que em nada lembrava os dias de criança pequena em Barbacena, era um universo de sinalização desconhecida, em que a tendência exclusiva das faixas serem pontilhadas ou contínuas ficava no chinelo diante do zebrado animal print. No dia da compra do carro, não consegui pregar o olho por todos os novos compromissos que ele passaria a significar. Apesar do ligeiro porre comemorativo com as parceiras de negociação que deveria render um soninho dionisíaco, acordei algumas vezes falando comigo no escuro: “Puta merda, fiz isso mesmo?”.

Fiz isso mesmo e, desde então, assumi as dores e delícias de dirigir. Nas primeiras saídas, desenvolvi uma paranoia maluca quando percebi a superpopulação de pardais no trânsito de Brasília. Em pelo menos um momento do meu circuito de cada dia eu tinha certeza de ter sido multada por um sem número de razões cujas dinâmicas fui aprendendo depois (a faixa exclusiva para ônibus em algumas vias que têm o momento certo para a entrada de carros que querem convergir, o tempo entre o sinal laranja e vermelho que não precisa significar parada brusca se você estiver na velocidade regulamentar da via na faixa contínua quando o verde vira atenção, as mudanças de velocidade repentinas e capturadas pelo radar em pontos críticos de embalo…). Então, por um tempo, o medo imaginário das multas tornou-se minha ficha funcional suja, virei habitué do site do Detran. A ordem do dia ao ligar o computador era conferir e-mails e o Detran. No fim das contas, minhas 315 multas imaginárias foram convertidas em uma única multa real que será convertida em uma advertência porque sou ficha limpa, a bem da verdade, ficha nova, nessa história toda de colocar-me diante de algo que está em construção.

   

Anúncios

4 comentários sobre “É preciso estar atento e forte

  1. Minha cabeludinha obsessiva como e bom fazer o enfrentamento e assumir a direção da nossa vida não é?
    Você é demais e estou orgulhosa por todas estas suas conquistas.
    Beijinho da sua Dinda ficha suja (afinal tenho inúmeros pontos na carteira)rs….

    • Rosilda,

      Venha me ver que eu busco no aeroporto e faço tour pela cidade. 🙂

      Estarei aí no início de julho para os festejos de Zanica. Eu desço ou você sobe?

      Beijocas de uma leitora molto saudosa das suas italianices

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s