O seu reinado acabou!

Prezada lagartixa,

Não sou xexelenta, diria até bastante desdobrável, mas não fico feliz em perder meu espaço para você. A casa pertence a mim e ao Pogue, aquele Pinguim que passa grande parte do dia dormindo e outra no refrigerador. O calor tem sido uma dificuldade para o menino, não crie outra. Já tentei ser legal com você, da primeira vez, só prensei entre o vidro, a janela ainda passou a noite aberta, dando imensa chance ao ataque da gangue completa. Você acha que sou besta? Já me dei conta de que você não age sozinha, deparei-me com a sua filha, uma verdadeira atleta olímpica e com uma parente sua bem branquela, deve ter vindo do Sudeste, como eu.

Hoje, quando ficamos frente a frente, notei que você me estudou. Confesso, fiquei com medo, um pouquinho histérica. Além disso, pensei na vassoura nova, deveria ter comprado a boa e velha piaçava e não essa que quase voa, para quem a missão de matar você pareceu muito ingrata. Procurei no Google, o inseticida realmente não faria efeito, mas não precisava rir de mim quando dei aquelas sprayzadas em você. Poderia ter ficado tontinha, caído no chão, facilitado meu trabalho. Não, ficou parada, ridicularizando a vassoura em uma mão e o Baygon na outra para em seguida correr como uma alucinada e esconder-se. Saiba que estou com fome e entrando numa dieta forçada provocada por você, esse tipinho baixo e rasteiro!

Depois de promover um verdadeiro genocídio das espécies de inseto na cozinha, pensei: ela vai morrer por inanição. Não foi fácil esse abaixa e levanta, tira teia, mata aranha, varre traça, até um óbito de barata foi registrado na sala (o cadáver tinha uns dez dias), mas pensava no seu desapontamento na próxima invasão, que a faria desistir dessa casa rapidinho. Talvez você não tenha entendido, então escrevo para deixar claro que a cozinha não será perdida para você. Saiba que a cada novo encontro entre nós os planos de extermínio ficam mais ardilosos. Não suporto aquele papo que você é um bichinho do bem, que está me protegendo de outros bichos e blá blá blá. A cidade é tão rica em natureza, vá ser gauche na vida, minha filha! Crie seu espaço em outro lugar, a casa não pertence mais a você, suei matogrossamente para que fosse minha, declaro reintegração de posse, portanto.

Anúncios

3 comentários sobre “O seu reinado acabou!

  1. Querida,
    compartilho com você a reintegração de posse,não podemos deixar as lagartixas ganharem espaço em nossas vidas, basta!
    Texto bacana danadinha!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s